Publicado em 10/06/2009 03h48

Sondagem do Unicef revela abandono de estudo


O Unicef - Fundo das Nações Unidas para a Infância - fez um retrato sobre a qualidade do ensino em todo o país. A Bahia não aparece nada bem. Muitas crianças com até cinco anos de idade ainda têm dificuldade de acesso ao ensino fundamental e é grande o número de adolescentes que abandonam os estudos para trabalhar. Trocar a escola por um emprego. A opção é comum entre os adolescentes baianos que cursam o ensino médio. 'Minha prima, no outro ano, começou a trabalhar à tarde e isso veio a atrapalhar o estudo dela. Ela chegava do trabalho cansada e não tinha capacidade de ir ao colégio', conta a estudante Jéssica Souza. Na Bahia, 36,1% dos adolescentes entre 15 e 17 anos cursam o ensino médio, quantidade menor do que a média nacional de 48%. A situação do ensino na Bahia foi revelada em números pelo Unicef. Segundo a entidade, a evasão escolar na Bahia diminuiu. Em 2001, 105 mil crianças entre 7 e 14 anos estavam fora da escola no estado. Seis anos depois, esse número caiu para 65 mil. O Unicef usou dados de vários institutos. Um desses índices foi o usado pelo Ministério da Educação: o Ideb, que varia de 0 a 10. Quanto maior, melhor a qualidade. O Ideb é o Índice de Desenvolvimento de Educação Básica. Ele mede a qualidade do ensino tomando como base em dois pontos: a frequencia do aluno na escola e as avaliações, as provas do estudante. Neste índice, a Bahia avançou muito pouco e aindaestá atrás da média nacional. Em 2005, foi de 2,8. Dois anos depois, a nota subiu para 3. A média do brasil é de 3,8. Dos nove estados do nordeste, a Bahia ficou na frente apenas de Alagoas (2,7) e Pernambuco (2,9), mas atrás de estados menos desenvolvidos como Piauí (3,5) e Rio Grande do Norte (3,1). 'Os principais desafios que nós identificamos nesse trabalho foi o acesso a crianças pequenas, de 4 ou 5 anos, à pré-escola e ainda há grandes desafios para que o adolescente, que chega aos 17 anos ao ensino médio, continue a estudar', diz Claudia Fernandes, assessora técnica da Unicef.

Autoria:

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
Copyright 2009 - 2021 © www.visaodiaria.com.br - Todos os direitos reservados
jornalismo@visaodiaria.com.br • Tel/WhatsApp: (71) 9238-4606
Desenvolvimento: Tecnosites